whats (43) 9 9141.1750 (43) 9 9156.9145

A íntegra de documentos que você não vê em outros lugares

Faça o download e acesse os documentos obtidos pelos jornalistas do Tp1

DOCUMENTO 1 – Sentença da Justiça de Londrina sobre a Operação Publicano

ÍNTEGRA da sentença do juiz Juliano Nanúncio, responsável pelo julgamento da “Lava-Jato” londrinense – a Operação Publicano.

Iniciada pelo GAECO de Londrina no meio de 2014, a operação implodiu um esquema histórico de arrecadação de propinas na Receita Estadual sediada aqui na nossa cidade.

As confissões mostram que o dinheiro era pago aos auditores fiscais até mesmo dentro do prédio da Receita Estadual, na Rua Pará, 473, centro.

Após dois anos de processo criminal, com depoimentos, análise de provas e de milhares de documentos, o juiz publicou uma sentença com 1616 páginas.

O documento é datado de 15 de dezembro de 2016.

As penas são estrondosas: apontado como um dos líderes do esquema de corrupção no órgão fiscal, o ex-piloto da equipe do governador Beto Richa nas 500 milhas de Londrina – Márcio Albuquerque de Lima – foi condenado a mais de 97 anos de prisão. Recorrem, assim como os demais, em liberdade.

Tanto pelo número de páginas quanto pelo poder simbólico da decisão, é, certamente, uma das maiores sentenças já redigidas pelo Poder Judiciário da cidade.

É, também, a maior e mais complexa investigação levada à frente pelo GAECO e pelo Ministério Público, por meio da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público.

Fato inédito por tratar-se de um caso tão expressivo, envolvendo tantos agentes públicos e políticos – e que choca a sociedade londrinense.

Até o momento ninguém cumpre pena preso – apenas o delator principal do caso.

Parte 1 – página 1 a 323 – relatório síntese da acusação, lista de réus, condutas e crimes

Parte 2 –  página 324 a 646

Parte 3 – página 647 a 969

Parte 4 – página 970 a 1292

Parte 5 – página 1293 a 1616 – Condenações e absolvições